SEX SHOP SexxyShop - A maior e mais completa sex shop virtual brasileira!
19 nov, 2010

Postado por em Curiosidades | 1 Commentário

Masturbação na antiguidade

Não sei como ainda existem pudores nos dias de hoje. Você sabia que na Grécia e na Roma antiga, a masturbação era vista como natural?
No Egito, a masturbação era até parte do mito da criação, onde ele afirma que Aton, o deus do Sol, teria criado o deus Shu e a deusa Tefnut através da gozada de sua punheta. 

  1. A punheta é a prática de prazer mais antiga do homem. Há miçhares de anos os homens são vidrados em bater punheta, seja para as namoradas, secrtetárias, primas vizinhas, cunhadas, amigas…. e aí vai. Segundo o relatório Kinsey, 95% dos homens adultos batem punheta regularmente, e os 5% restantes mentem. O prazer da punheta é tão cativante e sedutor que não há como um homem ficar mais de um dia sem bater "uminha", como se fala normalmente. No meu caso, bato de duas a 3 punhetas por dia, sempre esporrando no final. Quando era jovem já bati 7 punhetas em 24 horas!!! Era uma verdadeira usina de esporra, sempre esguichando com pensamento nas mulheres mais variadas, desde minha prima até minha vizinha da frente. Não há NADA melhor que uma boa punheta batida de manhã ao acordad, e se for punhetado pela mulher amada, melhor ainda. Das milhares de variações da punheta, TODAS são boas! A punheta oral, praticada pela mulher (ou homem) no homem, é o que há de mais delicioso para ambos, pois além do prazser da gozada do homem, possibilita ao outro sentir o esguicho de esporra quentinha e saborosa diretamente na boca. rESUMINDO, punheta é tudo de bom!!!

Deixe seu comentário

Premium Wordpress Themes Free Wordpress Themes